Automação industrial com segurança na operação

Automação industrial como segurança na operação

A NR12 cerca os mais diversos tipos de equipamentos de maquinário de uma ampla variedade de áreas onde eles podem porventura ser utilizados.

Da mesma forma, além de estabelecer uma série de instruções sobre os procedimentos mais adequados de uso para que o equipamento em questão não apresente a menor ameaça a qualquer nível de saúde do profissional a operá-lo.

Esta Norma Regulamentadora também apresenta outros pontos correlatos (como os possíveis riscos que esse maquinário pode vir a oferecer para o ambiente ou para o operador, multas para o descumprimento dos itens levantados, entre outros fatores).

Uma vez definido pelo processo de adequação, existem outros desafios, não comportamentais, mas técnicos a serem considerados. Desafios como, o processo de identificação de riscos da máquina ou equipamento e a definição da categoria de segurança que ela se enquadra.

Especificar corretamente o sistema de segurança para atendimento à categoria aplicada. E assegurar que o sistema se mantenha funcional durante todo o ciclo de vida da máquina ou equipamento.

Para a aquisição de novas máquinas e equipamentos, é importante que todos estes aspectos sejam previstos no projeto. Assim como, assegurar que um profissional qualificado tenha desenvolvido os sistemas de segurança.

Quais os benefícios para empresa?

Muitos benefícios podem ser obtidos através da implantação da NR12. Como, por exemplo, o aumento da disponibilidade de máquina ou equipamento, gerando consequente ganho de produtividade.

Evitar custos relacionados à ocorrência de acidentes, aumento considerável de vida útil das máquinas e equipamentos. Além disso, do atendimento à norma e estar em conformidade com a legislação trabalhista.

Acidentes que podem ser evitados com a NR12.

Muitas vezes, os acidentes em canteiros de obras são causados porque os trabalhadores não se comunicam. Ou seja, alguém liga uma máquina sem saber que há um companheiro com a mão no motor, por exemplo.

Isso acontece porque os trabalhadores ignoram quatro regras básicas de segurança:

  • Desligar a máquina;
  • Cortar a energia para que a mesma não seja religada acidentalmente;
  • Sinalizar para que os demais trabalhadores saibam o que está acontecendo;
  • Comunicar os demais antes de agir.

São mais propensas a causar acidentes máquinas que fazem movimentos:

  • Giratórios
  • Alternados
  • Retilíneos

Compartilhe

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.