Cuidados com a saúde mental dos colaboradores

Saúde mental dos colaboradores

Veja como ajudar na saúde mental dos colaboradores e o impacto a ajuda no trabalho

A saúde mental vem tomando um grande espaço nas discussões sobre o bem estar e a produtividade dos funcionários. É perceptível a diferença de atuação de um funcionário quando está psicologicamente bem e satisfeito com os tratamentos e ações de incentivo oferecidas pela empresa. 

A saúde mental dos colaboradores está diretamente relacionada à sua qualidade de vida cognitiva e emocional, sendo mais capazes de resolver problemas, encarar situações adversas e ter o controle de suas reações durante a rotina de trabalho.   

O ambiente corporativo pode se tornar competitivo, hostil e estressante. O último relatório divulgado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre a saúde mental dos trabalhadores brasileiros diz que transtornos mentais comuns fazem parte da vida de ao menos 30% dos profissionais. 

Além disso, os custos relacionados à depressão e ansiedade são de aproximadamente 1 trilhão de dólares ao ano em todo o mundo. Investir na saúde mental dos colaboradores é investir no futuro da empresa e na capacidade individual de cada pessoa em colocar em prática as tarefas diárias da melhor forma possível.

Principais ameaças para a saúde mental dos colaboradores

Os chamados fatores de risco são aquelas situações que ameaçam a boa relação dos funcionários com a empresa e estimulam a competitividade negativa entre as partes. 

Alguns fatores estão altamente relacionados com o desenvolvimento de transtornos mentais nos trabalhadores. Sobrecarga de trabalho e a ausência de políticas de inclusão social são considerados um dos principais motivos de descontentamento. 

Além disso, abuso psicológico, jornada de trabalho alta e inflexível, infraestrutura precária e falta de participação nas tomadas de decisões básicas da empresa ajudam na criação de um ambiente corporativo ruim.

Fique atento aos sintomas que são comuns quando a saúde mental dos colaboradores está comprometida. 

Diminuição da produtividade, crescimento das situações de atraso e faltas sem motivo aparente, falhas básicas nas atividades de trabalho e oscilações de humor frequentes são questões que precisam ser levadas em consideração pela equipe gestora. 

Se um funcionário costumava ser extrovertido e simpático e mudar essas características abruptamente é preciso entender esta mudança como um alerta à sua saúde mental.

Como melhorar os cuidados com a saúde mental dos funcionários?

1. Suporte e benefícios

Caso não seja possível investir em um profissional da psicologia na empresa, certifique-se de oferecer este benefício aos seus funcionários. É importante criar uma rede de ajuda e maneiras diversas de cuidado com a saúde mental dos colaboradores

O importante quando falamos sobre o bem estar psicológico de pessoas é a prevenção de situações que possam se desenvolver e se tornarem ainda mais sérias e profundas. Com o devido suporte e ambiente favorável à procura de ajuda, fará com que as pessoas se sintam à vontade para falar dos seus problemas sem o medo de serem julgadas ou advertidas por isto.

2.  Reconhecimento e recompensas

Reconheça o trabalho e as tarefas realizadas pelos colaboradores no dia a dia, crie sistemas de recompensas e índices de comparações. 

Estas recompensas podem ser apenas simbólicas como o reconhecimento do trabalho em frente à equipe, vales presentes em lojas, um jantar ou almoço pagos pela empresa e mais outros tipos de recompensa que não demandam um investimento tão alto. 

Ser valorizado pelas suas conquistas profissionais faz com que a pessoa queira se atualizar e se profissionalizar cada vez mais, além de criar um espaço de competições salváveis e amigáveis.

Saúde Mental do Colaboradores

3. Faça com que o assunto seja relevante

Desenvolva atividades que farão toda a rede de funcionários entender que a saúde mental dos colaboradores é um assunto levado a sério pelos valores da empresa. 

Invista em e-mails informativos e didáticos sobre o assunto, compartilhe conhecimentos pertinentes e crie um dia oficial para o diálogo sobre a saúde mental. Todos precisam estar com o mesmo entendimento para que haja uma rede completa de ajuda. 

Muitas vezes não é fácil se abrir para a equipe gestora diretamente, os colegas de trabalho precisam estar minimamente preparados para auxiliar, aconselhar e incentivar a ida a um profissional qualificado.

4. Políticas de saúde e segurança do trabalho

Empresas que não costumam financiar políticas de segurança do trabalho, geralmente possuem problemas com retenção de funcionários, com a produtividade e com ausências constantes de trabalhadores. 

Situações desse tipo favorecem a falta de conexão entre as pessoas, a falta de confiança na empresa e a ideia de que o seu bem estar não é importante para a equipe gestora. 

Um ambiente com este cenário não colabora para que os funcionários sejam criativos, receptivos e trabalhem com o máximo das suas habilidades. 

Medidas de ergonomia e confraternizações também podem ser consideradas como uma política de saúde mental dos colaboradores, já que o conforto, a satisfação e a tranquilidade são bases para manter o psicológico em dia.  

Related Articles

Responses

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.